Olhar, Ver e Sentir

01/10/2009 at 00:03

ver2 ver7

A Candidatura “Por Castro”, sem pressas, vai percorrendo o concelho, sítio a sítio, rua a rua, porta a porta.

Leva na mão, as mensagens escritas da mudança necessária, para imprimir outro estar, outra vida, a este concelho.

ver1

Porque a pessoas são para nós o mais importante, com elas nos retemos a falar, escutamos histórias, guardamos ensinamentos, ganhamos mais vontade ainda, de continuar a olhar para elas, com a mesma admiração de sempre.

ver5 ver3ver4

As populações, são para nós, o fim do poder e não o meio para se ser poder, por isso, vimos a pugnar pela implementação de políticas de proximidade, expressas, com objectividade, no nosso Programa Eleitoral.

Preocupa-nos o esvaziamento de gente que nas freguesias se nota, mas confrange-nos mais ainda, a falta de actividade que em todo o lado ressalta.

ver6O ser colectivo, o dinamismo social que levava a pessoas a tomar iniciativas comuns, foi minado pelo modelo de poder que temos, o qual não incentiva a fazer, manda vir já feito.

Por essa razão, o associativismo desmorona-se e o voluntariado não existe.

Esta lógica conduziu à dependência quase total, à municipalização da vida das pessoas, que vai desde o emprego à organização de uma festa.

Assim, temos uns Serviços Culturais desmesurados que foram engordando, à medida que os Centros de Convívio iam fechando e as Comissões de Festas se diluíam.

Mas, por este concelho, vamos, sem pressas, olhando, vendo e sentindo enquanto nos aproximamos, com admiração, das pessoas.

Entry filed under: Lista de Apoio. Tags: .

Museu do Lombador A Batalha de Ourique


Calendário

Outubro 2009
M T W T F S S
« Set   Nov »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

Most Recent Posts


%d bloggers like this: