Giro Por Almeirim

12/09/2009 at 23:59

GiroPorAlmeirim1

Ao final do dia, o fresco da tarde atrai os moradores à rua. Sentam-se nos bancos ou em cadeiras trazidas de casa.

Falam do tempo, das coisas da vida, mais das pioras do que das melhoras, porque em certa idade, é assim o destino.

Este Monte, tão perto de Castro, não devia ter tanta casa fechada. Algumas são habitadas só de quando em vez e outras já nem têm condições para isso.

Mas existem jovens, não muitos, a circular.

Mas existem crianças, a brincar na rua, fazendo das pedras do chão cenários que o seu imaginário povoa de coisas fantásticas, bastando para isso, terem à mão um brinquedo qualquer. GiroPorAlmeirim2Um menino, vê numa gaiola, o seu grande castelo, habitado por aves, suas amigas que ele trata, toca e não o receiam.

Vem depois a conversa, suscitando as saudades, depois as perguntas que a propósito surgem.

GiroPorAlmeirim3Às vezes a memória fica como que enevoada e já não nos deixa enxergar, com clareza, o sitio exacto onde alguém morava, nesta porta ou naquela, e o quintal onde havia coelhos, galinhas e cachos de uvas enormes que os olhos namoravam, parecia ser mais abaixo.

Almeirim é aqui perto e talvez por isso, as lembranças são mais.

Entry filed under: Lista de Apoio. Tags: .

Reserva Arqueológica Municipal A Igreja da Misericórdia


Calendário

Setembro 2009
M T W T F S S
« Ago   Out »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  

Most Recent Posts


%d bloggers like this: