Centro de Estudos e Ocupação dos Tempos Livres

10/09/2009 at 00:39

otl-2Consideramos que a resposta actualmente dada pelo Município às famílias e aos jovens, no que concerne à ocupação dos tempos livres em período de férias ou durante as aulas, é insuficiente, malgrado o esforço crescente que se denota ter sido feito nos últimos tempos.

Com efeito, cabe-nos encarar com seriedade a questão em apreço, no sentido de se encontrar uma resposta cabal e abrangente, uma solução integral e universal, para uma realidade que do ponto de vista social é de grande peso.

otl-3Independentemente das abordagens que do ponto de vista teórico se possam fazer relativamente ao papel dos progenitores na educação dos filhos, a verdade é que, nos dias de hoje, pais e mães trabalham, muitas vezes até às dezanove horas e os alunos deixam a escola, bastante mais cedo.

otl-4Por isso, embora perfilhemos uma desejável aproximação parental e até uma maior responsabilização dos mesmos pela educação integral dos seus filhos, não podemos alhear-nos da necessidade real de se encontrar, com as escolas, com a biblioteca, com as associações de pais, com as associações de estudantes e com algumas associações locais, dentro da Rede Social, uma resposta satisfatória para o problema mesmo em tempo de aulas.

otl-5Essa resposta, independente dos contornos práticos que a mesma venha a assumir, em resultado de um consenso criado pelos protagonistas interessados, passa por garantir a existência de um espaço onde os jovens possam estar, se for essa a vontade dos encarregados de educação, a estudar ou em convívio, em segurança e com acompanhamento técnico, até que os familiares regressem a casa depois do trabalho.

Por outro lado, para o período de férias, vamos construir e disponibilizar um programa de ocupação dos tempos livres, que satisfaça também as reais necessidades dos alunos e das famílias.

Chamando e ouvindo todos os interessados na sua execução, estabelecendo parcerias e fazendo uso da imaginação, vamos criar uma solução interessante e integradora que seja capaz de motivar os jovens em período de pausa lectiva, mas que, em si mesma, represente um modo adequado de os valorizar, complementando-lhes saberes, acrescentando-lhes valores.

Tal proposta será efectiva, acabando-se com as limitações de utilização, com os períodos de manhã ou de tarde, com as inscrições breves.

Temos bem perto de nós , exemplos de boas praticas neste domínio, onde podemos inspirar-nos e, de um modo socialmente  participado, darmos um esperado contributo para o acompanhamento e  a valorização dos nossos jovens, enquanto estudantes e, igualmente, enquanto cidadãos em formação.

Entry filed under: Lista de Apoio. Tags: .

Espaço Jovem Política de Proximidade


Calendário

Setembro 2009
M T W T F S S
« Ago   Out »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  

Most Recent Posts


%d bloggers like this: