Archive for 05/09/2009

Eco Caminhada

eco1À hora marcada, reunimos, falámos e fomos.
A caminho da Maria Delgada para constatar in loco a real grandeza da sua poluição. Ficámos consternados com a imagem degradante duma ribeira morta, apodrecida, num leito assoreado, onde ecossistemas se harmonizavam com a fruição que as gentes lhe davam.

eco2Duma ETAR, diminuta, inadequada para a função que lhe é reservada, funcionando somente como colector e bacia de passagem dos esgotos que umas pás tentam triturar, saem efluentes orgânicos, direitinhos à mesma ribeira que passa a poucos metros.

eco4As imagens que juntamos falam como mil palavras.

As amostras que recolhemos para mandar analisar dirão o resto.

No entretanto, fica-nos a consciência de que é premente despoluir e desassorear esta e as outras ribeiras do concelho, o que faremos, à medida das nossas possibilidades, com o apoio dos proprietários dos terrenos adjacentes.

eco5Mas, de certeza absoluta, daqui a algum tempo, os resultados vão ser visíveis e as análises que continuadamente havemos de fazer, hão-de dar-nos indicadores de poluição bem diferentes daqueles que agora vamos ter e guardar como referência.

eco3

Anúncios

05/09/2009 at 23:59

Grupo de Teatro

teatro1Há anos, vários, que Castro está dotado de um cine-teatro. Ali passam, com regularidade, as películas mais recentes da sétima arte e, quando o rei faz anos, contrata-se e recebe-se, um ou outro, grupo de teatro.

A Autarquia, por óbvio desinteresse, nunca fez uma aposta séria no sentido de dinamizar, o surgimento entre nós, de um projecto teatral devidamente estruturado, assim como não incentivou, nem apoiou cabalmente, as tentativas aqui surgidas, mas depois logo goradas, de iniciação à arte dramática.

Porque pensamos que as sinergias geradas em torno da criação e fruição artística, funcionam claramente como factor de coesão social, e ainda, para rentabilizar o esforço de investimento publico de quase um milhão de euros, que a Câmara está a realizar na sala de espectáculos municipal, vamos apostar na constituição de um Grupo de Teatro em Castro.

teatro2Não podemos negligenciar a nossa responsabilidade de proteger e apoiar a criação e a divulgação do nosso património artístico, pelo que vamos estruturar um Centro de Artes e Ofícios, que será a peça fundamental na materialização de novas dinâmicas que para estas áreas, queremos ver surgir no concelho.

Assim e especialmente voltado para o sector mais jovem da nossa população, iremos ajudar a germinar, a vontade de constituir entre nós, um projecto que vise a produção de espectáculos com regularidade, a organização de acções de iniciação e formação teatral e o desenvolvimento de actividades que estimulem a criação teatral e a aproximação do publico ao teatro.

Para despoletar este propósito, vamos começar por organizar dois ateliês: um de Teatro Social e outro de Mímica Corporal. Os mesmos servirão, simultaneamente, para formar e recrutar, elementos componentes do futuro Grupo de Teatro de Castro. Acreditamos.

05/09/2009 at 23:52

Giro Por Castro

giro_castroDe novo, com perseverança, vamos distribuindo as ideias, as muitas ideias que temos para o nosso concelho.

De porta em porta, olhos nos olhos, com palavras breves ou em conversas mais demoradas, fruímos o contacto com pessoas que esperam e desejam uma mudança política local, para dar a Castro, outro ímpeto de desenvolvimento económico e social.

Preconiza-se menos espectáculo e mais cultura. Precisa-se de uma maior participação das gentes e dos agentes locais, na construção do caminho do futuro. Pretende-se inovar, modernizar, dar mais a quem mais precisa.

giro_castro2Sem sectarismos ideológicos e com uma grande determinação, havemos de construir aqui uma sociedade mais solidária, mais interventiva, mais apta a enfrentar os desafios que pessoal e colectivamente se nos depararem.

05/09/2009 at 12:09


Calendário

Setembro 2009
S T Q Q S S D
« Ago   Out »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  

Posts by Month

Posts by Category