Archive for 12/05/2009

Na distância, esta terra ecoa no coração do poeta. “Por Castro” entende o seu sentir

Castro-Degradado1

Todos os dias vou à Castro amada,
Transporto Castro no meu coração;
Quando não vou, estou em imaginação,
Trazendo em mim a terra ancorada.

As ruas, a Basílica abençoada,
“O Campo Branco”, “o cante”, a emoção,
O sonho que renasce em oração,
A vida que deixei lá baptizada.

Aracelis ao longe é um reflexo,
É como um Ara que avista o céu,
É como a luz nascente de uma estrela.

A quem vai ver, deixa o olhar perplexo,
Como ficou eternamente o meu,
É branca e clara, a sua aguarela!…

Lisboa, 27 de Fevereiro de 2009

Paulo Duarte de Castro

Anúncios

12/05/2009 at 09:09


Calendário

Maio 2009
S T Q Q S S D
« Abr   Jun »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Posts by Month

Posts by Category