A Viola Campaniça no Conservatório

27/03/2009 at 00:02

viola-campanica1Não há memórias antigas de tocadores de viola campaniça no nosso concelho. Dos tempos idos, a única referência que temos das violas campaniças, foi a sua presença nas mãos de exímios tocadores que aqui acompanhavam o cante de despique, por ocasião da feira de Castro.

viola-campanicaDos seus trinados, já não havia lembranças, até que a Rádio Castrense, há cerca de vinte anos, descobriu os seus sons e revitalizou a sua memória, através do trabalho desenvolvido pela Cortiçol com os tocadores Manuel Bento da Funcheira e Francisco António da Estação de Ourique, ambos oriundos da velha Aldeia Nova de Ourique. Graças ao trabalho desenvolvido, paulatinamente, a viola campaniça, começou a impor-se, ganhando foros de estrela e grande admiração, no panorama cultural do nosso concelho e de toda esta região. Retomou o seu papel de marcadora do ritmo dos cantes de improviso e de suporte melódico nos cantes que à sua pala se voltaram a ouvir. O seu fulgor e sonoridades renasceram e encantaram novos tocadores e artesãos que hoje em dia a dedilham e já a constroem também em oficinas e ateliers, em casa e nas escolas.

viola-campanica2Dos novos tocadores, destaca-se o Pedro Mestre que desde bem novinho, se deixou seduzir pelas suas formas e pelos seus sons e hoje em dia, é uma referência em termos da sua dinâmica no nosso concelho. Castro Verde adoptou a viola campaniça, tratou-a como filha e tudo se deve continuar a fazer para que os laços de afectos que com ela temos se aprofundem. Nesse sentido, propomo-nos incrementar o apoio já dado pela Câmara Municipal aos vários agentes culturais, no sentido de se sistematizar o ensino da construção e do toque da viola campaniça. Paralelamente, a viola campaniça deve ser promovida nos mais variados fóruns como peça importante da realidade etno-musical da nossa região e, finalmente, exerceremos influencia para que a viola campaniça passe a ser objecto de estudo e ensino no Conservatório Regional do Baixo Alentejo, ganhando assim, toda a dignidade e o merecimento a que tem direito.

Entry filed under: Lista de Apoio. Tags: .

“Por Castro” com a Academia de Taekwondo Casével – Uma Vila com Futuro


Calendário

Março 2009
M T W T F S S
« Fev   Abr »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  

Most Recent Posts


%d bloggers like this: