Somincor – uma riqueza a prazo

01/02/2009 at 01:33

comboio2No caso da Somincor, que detém a mina de cobre de Neves Corvo no Alentejo, esta empresa destaca-se por ser um caso de exportações líquidas, já que praticamente não necessita de importações. Detida pela Hudbay/Lundin, resultante da recente fusão de duas empresas, a Somincor exportou minério no valor de 441 milhões de euros. Este valor representa quase 100% das vendas totais já que não há indústria transformadora de cobre em Portugal. Em termos mundiais, esta mina localizada no concelho de Castro Verde faz com que o país se coloque em 9º lugar nos maiores exportadores deste minério a nível global. Sendo utilizado por diversas indústrias, como a dos transportes, ou de comunicações este minério tem sofrido os impactos da quebra de consumo, e sua cotação tem vindo a descer de forma acentuada desde o ano passado. O tempo de vida útil da mina é outro desafio. A empresa tem realizado diversos investimentos, para prolongar a vida do projecto e rentabilizar a operação, mas estes estão dependentes da conjuntura e da cotação do minério para serem viáveis. Questionada sobre os projectos em curso, entre outras questões, a empresa não respondeu.

O cobre é um bem natural, logo, finito por natureza. Assim, embora não se saiba exactamente quando (a década que vem já foi dada como etapa final) não restam dúvidas de que estas exportações acabarão por chegar ao fim.

(Notícia – Jornal Público)

Entry filed under: Lista de Apoio. Tags: .

Notícia Radio Pax Monumentos – de noite ao escuro


Calendário

Fevereiro 2009
M T W T F S S
« Jan   Mar »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
232425262728  

Most Recent Posts


%d bloggers like this: