Destaque da Revista Cultos

22/01/2009 at 17:32

capa_rev_cultos_jan09
O Advogado José Francisco Colaço Guerreiro é o cabeça de Lista do PS à Câmara de Castro Verde.
A apresentação da candidatura realizou-se no Hotel A Esteva, numa Conferência de Imprensa onde se ficaram a conhecer os rostos e algumas das ideias que fundamentam a candidatura socialista denominada “Por Castro”.

“A decisão em avançar agora, resultou de um chamamento. Não devia deixar que fosse tarde, porque, poderia haver amanhã um arrependimento de não ter sido útil ao meu concelho.
Por outro lado, fiquei muito agradado com a forma irrepreensível como o PS conduziu este processo.
Foram estes os factos que contribuíram para achar que era este o momento certo para avançar.”

Foi desta forma que o Cabeça de Lista do PS fundamentou a sua candidatura, frisando que a sua decisão nada teve a haver com o facto de Fernando Caeiros não concorrer.

José Francisco Colaço Guerreiro realçou que a sua candidatura denominada “Por Castro”; tem uma génese apartidária, que não nasceu dentro do Partido Socialista, nasceu sim, da consciência de que há algo a fazer para que tudo não continue na mesma.
Não concorremos contra indivíduos, nem instituições, mas sim em nome do bem estar do nosso concelho;

Na óptica do cabeça de lista do Partido Socialista é importante que se crie uma dinâmica de fortalecimento e aprofundamento da democracia local, naquilo que ele definiu como uma filosofia de concelho integral que vise um desenvolvimento equilibrado, onde as freguesias, as instituições, as pessoas, sintam que podem ser agentes activos, participantes e opinantes. É esse o modelo que defendemos, no sentido de que o poder seja sentido pelas pessoas, que elas estejam na génese dos projectos, e não, como acontece actualmente, que apenas usufruem das coisas, sem serem chamadas a sobre elas participarem ou opinarem.
Diria que é nosso intuito dar o Poder ao Povo, porque é o Povo que nos elege, quem em nós confia.
Com um discurso virado para vários lados ideológicos, o independente José Francisco, considerou que “ connosco todos terão voz, e todos serão importantes. Falo-vos dos agentes culturais, económicos, desportivo, dos homens da terra.
Queremos contar com os homens da lavoura, com todos os castrenses que amam a sua terra, como nós, e por ela estão dispostos a lutar no sentido de que não percamos a oportunidade de nos desenvolvermos aludindo, por exemplo, à Somincor, considerando que o nosso concelho não soube rentabilizar este excelente projecto de molde a criarmos infra-estruturas que potenciassem o surgimento de novas actividades económicas tão importantes para o futuro de Castro Verde.
É fundamental que diversifiquemos a nossa actividade económica, que não a circunscrevamos à existência da Somincor”.

O Cabeça de Lista do PS realçou ainda durante o encontro com os jornalistas que a sua equipa é excelente. “ Amamos Castro, e é por Castro que vamos trabalhar”.

Entry filed under: 1. Tags: .

“Por Castro” com a tradição C O M U N I C A D O


Calendário

Janeiro 2009
M T W T F S S
    Fev »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

Most Recent Posts


%d bloggers like this: